Histórico
 07/12/2014 a 13/12/2014
 15/06/2014 a 21/06/2014
 16/03/2014 a 22/03/2014
 22/12/2013 a 28/12/2013
 20/05/2012 a 26/05/2012
 25/03/2012 a 31/03/2012
 18/12/2011 a 24/12/2011
 10/07/2011 a 16/07/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 26/12/2010 a 01/01/2011
 28/03/2010 a 03/04/2010
 17/01/2010 a 23/01/2010
 20/12/2009 a 26/12/2009
 13/12/2009 a 19/12/2009
 06/12/2009 a 12/12/2009
 14/12/2008 a 20/12/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 18/12/2005 a 24/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


Camerino Eloy Neto
 

Contas

"Vou fechar as contas (...) me ajoelhar, pedir perdão, depois (...) perdoar..." *

 

O que seria do mundo sem a música?  Provavelmente, as grandes cenas perderiam, e muito, não existissem as trilhas sonoras. E os sons estão presentes em todos os momentos, mesmo nos silêncios.

 

Como a época do natal, com todos os seus signos, nos obriga a fazer balanços e traçar novos planos (como se a cada amanhecer o universo não nos brindasse com infindáveis possibilidades de milagres, grandes e pequenos), queria desejar muitos acordes, silenciosos e melódicos, acompanhando todos os momentos das nossas vidas.

 

Que nossos corpos, almas e corações sejam tomados por milhares de ouvidos, para que possamos "escutar" e desfrutar de todos os sentidos. Um ano novo cheio de olhares, sabores, cheiros e contatos "musicais", transformando nossas existências num grande baile.  A orquestra está a postos, e quero continuar compartilhando o prazer de dançar.

 

* "A outra rota", Paralamas do Sucesso.

 


 

 

 



Escrito por Camerino às 14h18
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]